Laudo Vigilância Sanitária

Vigilância Sanitária é um conjunto de ações capazes de eliminar, diminuir ou prevenir riscos à saúde e de intervir nos problemas sanitários decorrentes do meio ambiente, da produção e circulação de bens e produtos e de prestação de serviços de interesse da saúde, sendo responsável por promover e proteger a saúde e prevenir a doença por meio de estratégias e ações de educação e fiscalização.
 
São considerados riscos à saúde:
• Riscos ambientais; relacionado ao tratamento e destino final de águas, lixo e esgotos, com propensão ao aparecimento de vetores como ratos, baratas e insetos.
• Riscos ocupacionais; observados nos processos de produção e industrialização de alimentos e outros produtos em locais insalubres e falta de equipamentos de proteção individual para os profissionais.
• Riscos sociais; ocorre na comercialização de alimentos sem padrão de identidade e qualidade.
• Riscos institucionais; ocorre quando um local público apresenta risco à saúde individual e coletiva em função de seus aspectos físicos, higiênicos e sanitários.
 
Quanto à atuação, a Vigilância Sanitária está presente:
• Locais de produção, transporte e comercialização de alimentos;
• Locais de produção, distribuição, comercialização de medicamentos, produtos de interesse para a saúde;
• Locais de serviços de saúde;
• No meio ambiente;
• Nos ambientes e processos do trabalho/saúde do trabalhador;
• Nos projetos de arquitetura;
• Lojas e áreas de lazer;
• Locais públicos;
• Na pós-comercialização.

A atividade de fiscalização sanitária tem o objetivo de monitorar o mercado de serviços e produtos e apurar irregularidades em empresas e produtos sujeitos à vigilância sanitária para evitar ou reduzir riscos à saúde da população. A monitoração do mercado é realizada a partir das ações rotineiras de fiscalização e, principalmente, a partir da participação popular, por meio de suas queixas e denúncias.

Os instrumentos utilizados pela vigilância, para o cumprimento de sua missão parte, fundamentalmente, de seu poder pedagógico, que visa a orientação e a instrução para maior qualificação do mercado de produtos e serviços ofertados à comunidade. Nos casos em que não couber mais a ação educativa, a vigilância usará de seu poder de polícia, aplicando intimações, interditando estabelecimentos, apreendendo produtos e equipamentos, etc.


Fonte: http://www.presidenteprudente.sp.gov.br/vigilancia

Design sem nome (3).png

Agende um horário com a gente.

O que nossos clientes andam dizendo

imagem renato uchoa circular.png

"O serviço é excelente, atendimento agradável e entrega dentro do prazo."

Renato Uchoa, 2019

Construtor

eduardo munhoz.png
margareth.png

"Fiquei muito satisfeito com o meu projeto, equipe muito profissional, atendeu todas as minhas necessidades."

"Perfeito, ela fez alguns reajustes no meu projeto que havíamos finalizado há 9 anos, e tudo  numa boa."

Eduardo Munhoz, 2019

Empresário

Margareth Fará, 2019

Autônoma

whatsapp-logo-1.png